terça-feira, 1 de abril de 2014

BOMBA - A Suécia torna-se o 1º país ocidental a derrubar as normas de alimentação!

"Manteiga , azeite, creme de leite e bacon não são alimentos nocivos.

Muito pelo contrário. A gordura é a melhor coisa para aqueles que querem perder peso.

E não há nenhuma conexão entre uma alta ingestão de gordura e doença cardiovascular."
Andreas Eenfeldt - Médico sueco

*-*-*-*- Esta tradução é livre e pode conter erros. - N.A.-*-*-*-*

Suécia tornou-se a primeira nação ocidental a desenvolver diretrizes alimentares nacionais que rejeitam o popular dogma dieta de baixa gordura em favor de conselhos de nutrição rica em gordura low-carb .
Tradução livre do site: healthimpactnews.com


A mudança no aconselhamento dietético seguiu a publicação de um estudo de dois anos pelo Conselho Sueco independente de Avaliação de Tecnologias de Saúde .
O comitê analisou 16.000 estudos publicados até 31 de maio de 2013.

Médico sueco , Andreas Eenfeldt , que dirige o blog de ​​saúde mais popular na Escandinávia ( DietDoctor.com ) publicou alguns dos destaques deste estudo em Inglês :

Marcadores de saúde irão melhorar com uma dieta baixa em carboidratos 

... Um maior aumento do colesterol HDL ( "bom colesterol" ) sem ter qualquer efeito adverso no colesterol LDL (o " mau colesterol " ).
Isso se aplica tanto a baixa ingestão de carboidrato moderado de menos de 40 por cento do consumo total de energia , bem como para a dieta mais rigorosa baixa em carboidratos, onde a ingestão de carboidratos é inferior a 20 por cento do consumo total de energia.
Além disso, a dieta mais rigorosa de baixo carboidrato vai levar a melhores níveis de glicose para os indivíduos com obesidade e diabetes, e a diminuição marginal dos níveis de triglicérides. " ( Fonte. )

Dr. Eenfeldt também traduziu um artigo de um jornal sueco local, cobrindo as conclusões do comitê :

- Manteiga , azeite, creme de leite e bacon não são alimentos nocivos.
- Muito pelo contrário.
- A gordura é a melhor coisa para aqueles que querem perder peso.
- E não há nenhuma conexão entre uma alta ingestão de gordura e doença cardiovascular.

O Conselho Sueco de Avaliação de Tecnologias de Saúde soltou uma bomba.
Depois de uma longa investigação de dois anos , a revisão de 16.000 estudos, o relatório "O tratamento dietético para obesidade " derruba as diretrizes alimentares convencionais para as pessoas obesas ou diabéticas.

Durante muito tempo, o sistema de saúde tem dado o conselho público para evitar gordura - gordura saturada em particular - e calorias.

Uma dieta baixa em carboidratos (LCHF - Baixo carboidrato e alta gordura, é na verdade uma "invenção" sueca) foi dispensada como prejudicial; uma farsa; e como sendo uma dieta da moda sem qualquer base científica .

Em vez disso, o sistema de saúde exortou os diabéticos a comer muita fruta (= açúcar) e produtos de baixo teor de gordura com uma quantidade considerável de açúcar ou adoçantes artificiais, este último um gatilho perigoso para a pessoa viciada em açúcar .

Este relatório transforma os conceitos atuais de cabeça para baixo e defende uma dieta com baixo teor de carboidratos e rica em gordura como a arma mais eficaz contra a obesidade.

O comitê de especialistas foi composto por dez médicos.
Muitos deles eram céticos a dietas de baixo carboidrato no início da investigação. ( Fonte. )

Um dos membros da comissão foi o Prof Fredrik Nyström, de Linköping, na Suécia - um crítico de longa data da dieta com baixo teor de gordura e um defensor dos benefícios da gordura saturada, a partir de fontes como manteiga, creme gordo e bacon.

Algumas citações de Prof Nyström traduzida para o Inglês pelo Dr. Eenfeldt:

"Eu tenho trabalhado com isso por tanto tempo.
É ótimo ter este relatório científico, e ver que o ceticismo em relação a dietas de baixo carboidrato entre os meus colegas desapareceu no decorrer da obra. Quando todos os estudos científicos recentes estão alinhados, o resultado é indiscutível: o medo profundo de gordura é completamente infundado. Você não tem a gordura de alimentos gordurosos, assim como você não adquire aterosclerose de cálcio ou fica verde por ingerir vegetais verdes. "

Nyström há muito defende uma ingestão muito reduzida de alimentos ricos em carboidratos, ricos em açúcar e amido, a fim de atingir níveis saudáveis ​​de insulina, lipídios no sangue e o colesterol bom.
Isto significa acabar com o açúcar, batatas, massas, arroz, farinha de trigo, pão e, abraçando azeite de oliva, nozes, manteiga, creme de leite, óleo de peixe e cortes de carne mais gordos.

"Comer batatas é como você comer doces.
Batatas contêm unidades de glucose na cadeia, a qual é convertida em açúcar no trato intestinal.
Essa dieta faz com que o açúcar no sangue e, em seguida, o hormônio insulina, se elevem rapidamente . "

Há muitos mantras que foram ensinadas a aceitarmos como verdades:

"Calorias são calorias, não importa de onde elas vem."


"É tudo sobre o equilíbrio entre calorias e calorias para fora. "


"As pessoas são gordos porque eles não se movem o suficiente. "


"Café da manhã é a refeição mais importante do dia. "


" É claro que isso não são verdades.
Este tipo de absurdo tem feito as pessoas com problemas de peso sentirem-se mal sobre si mesmos.
Como se tudo estivesse relacionado ao seu caráter. 

Para muitas pessoas uma maior ingestão de gordura significa sentir-se saciado por mais tempo, e sentem menor necessidade de comer a cada cinco minutos.

Por outro lado, você não vai se sentir saciado depois de beber uma Coca-Cola, ou depois de comer  um iogurte de frutas desnatado, mas cheio de açúcar.
Obviamente, o exercício é ótimo de muitas maneiras, mas o que realmente afeta o peso é a dieta." ( Fonte. )


Será que o USDA agora revisar suas normas ?

A literatura científica implicando os perigos de carboidratos refinados e os benefícios de gorduras saudáveis ​​tem sido praticado há décadas.
Uma provável razão por que este estudo foi feito na Suécia é que muitas pessoas já a praticam.
Atualmente, na Suécia, estima-se que apenas 14 por cento da população são obesos em comparação com um terço dos EUA .

Então, será que os EUA seguirão o exemplo Suéco e farão a revisão das orientações dietéticas da USDA?
Não é provável.


A força do interesse econômico - nos EUA e no Brasil

As orientações nutricionais do USDA favorecem as plantações altamente subsidiadas de trigo, soja e milho.
As forças políticas são muito fortes nos EUA para permitir qualquer aconselhamento dietético que venha reduzir os lucros corporativos e sua produção de alimentos baratos para dominar o abastecimento mundial de alimentos.



Recapitulando:

Este aconselhamento dietético de uma dieta rica em gordura low-carb tem sido em torno desde 1920, quando a dieta cetogênica foi desenvolvido no John Hopkins Hospital para curar a epilepsia em crianças que não respondem às drogas.

Com o advento das orientações dietéticas do USDA, começando com o Relatório de McGovern em 1970, foi condenada a gordura e os conselhos de dieta de baixa gordura foi promovido através do sistema de saúde.
Você pode ver a cobertura original de TV deste relatório de 1977 neste clipe do YouTube do filme Fat Head:



Em 2002, o jornalista de ciência Gary Taubes começou a escrever sobre os perigos da dieta rica em carboidratos e os benefícios de uma dieta rica em gordura, e seu trabalho foi publicado no NY Times e na Time Magazine.

O título do seu artigo era "E se fosse tudo uma mentira gorda grande ?"

Com a grande mídia que agora cobre a verdade sobre as falácias da dieta com baixo teor de gordura, o Dr. Atkins e sua dieta rica em gordura e baixo carboidrato, que foram demonizados por muitos anos, ganhou um grande número de seguidores.

Várias formas da dieta rica em gordura low-carb existem hoje em os EUA, mas elas ainda são consideradas "marginais " e " extremas ".

Assim como no Brasil, nos EUA a dieta low-carb de alto teor de gordura é rotineiramente atacada pelo governo e sistema médico, assim como pelas empresas farmacêuticas que correm para tornar os medicamentos patenteados que imitam os efeitos de cetona da dieta, particularmente no tratamento do câncer, este é o maior filão de mercado para as empresas farmacêuticas .

Assim, enquanto a Suécia deu um enorme passo ao futuro saudável com uma comissão que analisou mais de 16.000 estudos que a ciência confirmou, não espere que o governo dos EUA ou do Brasil vá fazer qualquer coisa semelhante em breve.

Resta-me incentivar você a fazer sua própria investigação para compreender os fatos reais sobre uma dieta saudável.


Boa semana.
Fique com Deus.
Abraço forte.
Sérgio Weydt

Um comentário:

  1. MAIS INFORMAÇÃO SOBRE O COLESTEROL, ESTA INFORMAÇÃO É BEM RECENTE............
    AFINAL, ANDAMOS TODOS ENGANADOS???

    ResponderExcluir

Fique à vontade para comentar. Não vou moderar.
Pode ser a favor ou jogar pedras, faz parte do processo criativo.